Windows 10 pode ter um Subsistema Linux escondido

A versão do Windows 10 RedStone, pode conter um subsistema do Linux dentro de seu código. Afirma um renomado Hacker especialista em Windows em sua conta no twitter.

A Microsoft parece estar pensando em deixar o Windows mais funcional e melhor integrado aos servidores Linux, para isso a empresa parece ter colocado um “subsistema” dentro do Windows 10.

Desta vez não estamos falando da interface que foi inspirada claramente no KDE Plasma 5, estamos falando de algo um pouco mais técnico e que não é visível para o usuário final.

As informações vem diretamente do site “Tudo Celular” onde há a informação de um hacker conhecido como Walking Cat observou que alguns arquivos da nova Build do Windows 10 fazem menção ao Linux, dando a impressão de que o Windows 10 carrega um subsistema para ter compatibilidade com a plataforma do pinguim. Embora não se saiba ainda o porque da novidade acredita-se que os arquivos LXCore.sys e LXss.sys tenham o objetivo de melhorar a compatibilidade do Windows 10 com aplicações que rodam em servidores Linux.

Aparentemente esta não é uma implementação tão rara, o projeto Astoria da Microsoft, que acabou sendo deixado de lado, trazia os mesmo subsistema rodando na versão mobile do Windows, só que com arquivos e processos do Android para tentar compatibilizar as aplicações “do robôzinho” com “o sistema das janelas”, algo que não deu muito certo por conta da lentidão apresentada.

Mais informações: Tudocelular

Deixe uma resposta