Veja 6 sites para aprender programação de graça

Aprender programação de graça

Para quem quer aprender programação de graça e sequer abriu um editor HTML, desses que estão disponíveis até mesmo em blogs, programar pode ser um verbo distante, que remete a telas pretas, com muitos números e símbolos que a princípio formam sentenças estranhas. A boa notícia aos interessados em aprender a linguagem dos códigos é que os tempos são outros, as telas pretas são apenas uma das muitas interfaces existentes.

O portal Porvir selecionou 6 sites para aprender programação de graça, segue a lista:

1 – Code.org

Organização sem fins lucrativos dedicada à crescente educação de ciência da computação. Tem a visão de que todos podem aprender programação.

2 –  Scratch

Desenvolvido no MIT (Massachusetts Institute of Technology). Um dos mais aclamados pelos educadores, o Scratch não exige conhecimento de qualquer outra linguagem de programação. Na versão mais recente, a 2.0, permite que o usuário faça seus projetos on-line, sem precisar baixar qualquer programa.

3 – Code Academy

Aprender sozinho ou em grupo é uma possibilidade na Code Academy, onde os cursos são gratuitos. A plataforma conta com versão em português, mas apenas nas páginas iniciais.

4 –  Try Ruby

Menos popular entre os iniciantes e com menos espaço no mercado, a linguagem de programação Ruby tem espaços divertidos para os dispostos a explorá-la. A home do Try Ruby é quase um afago ao usuário, com os seus desenhos delicados e indicações de “como fazer” que quase conduzem o aprendiz pela mão.

5 – Code School

Apoiada pela IBM e também desenvolvida para oferecer uma experiência semelhante a de um game. O lema por lá é “Aprenda Fazendo”. Tutoriais estão presentes, mas exercícios e recompensas etapa a etapa são o forte da proposta.

6 –  Hackasaurus

O site tem a proposta de permitir ao usuário, também de forma bastante intuitiva, através de legos, construir páginas web. Mas, estampando o “jeito Mozilla de fazer”, também permite  remixar páginas, a partir de seus códigos. Uma experiência interessante para quem quer começar a desvendar remix em HTML ou Java.

Bons estudos!

Deixe uma resposta